O que você precisa saber antes de fazer uma sessão de Acupuntura

Você sabe o que é acupuntura?

Sendo considerado uma das técnicas milenares mais conhecidas e difundidas da medicina oriental, a Acupuntura consiste na inserção de agulhas em diferentes terminais por todo o corpo, os conhecidos meridianos energéticos. Estes pontos são fundamentais para a manutenção e funcionamento das energias vitais (chi) que perpassam por todo o físico e, se bem aplicados, se encontram em harmonia total com a natureza.

Você conhece os profissionais que atuam na área?

A acupuntura é considerada uma especialidade médica reconhecida pelo Conselho Federal de Medicina, sendo que para ser incluso nestes requisitos profissional deve passar por uma série de testes e treinamentos a fim de cumprir o programa de Educação médica em Acupuntura. Após este período de aprendizado, ele deve passar por um teste a fim de validar os seus conhecimentos. O teste é realizado pela Associação Médica Brasileira (AMB) e também pelo CMBA.

O período de formação do profissional pode ser de 2 ou 3 anos. Para que ele seja atuante na área, ele deve ter conhecimento a respeito da filosofia chinesa e dominar os preceitos da medicina oriental. Como técnica, o domínio da localização dos pontos de acupuntura (meridianos energéticos), fisiopatologia e tratamento, baseando-se na tradição da medicina chinesa. O estudo da energia vital denominada “chi” também deve ser do conhecimento do profissional.

Como a acupuntura altera o chi?

O chi (sua pronúncia é “qui”) circula através de 12 rotas em nosso corpo. Estas rotas são chamadas de meridianos energéticos e são importantes para o funcionamento do corpo. Em outras palavras, é sinal de plena saúde. Ao ser perturbado neste ciclo, é então gerado uma instabilidade. Segundo a tradição chinesa, seriam estas instabilidades que causam as enfermidades por nosso corpo.

No momento que são inseridas as agulhas, é ativado no cérebro diferentes terminais nervosos. Estes terminais ativam diferentes regiões do cérebro, o que a longo prazo é percebido uma alteração na estruturação cerebral como um todo. Este processo pode causar relaxamento e promover a cura de muitas doenças, como ansiedade, depressão, problemas relacionados ao sistema endócrino, como hemorragias menstruais. O tratamento também se mostra eficaz contra o aparecimento de dores relacionadas ao sistema musculoesquelético, como as artroses no joelho, poliartrites (dores nas articulações das mãos e dedos), inflamação nos tendões, traumas, lombalgias e dores no pescoço.

Quantos especialistas eu posso encontra na área?

São até o momento cerca de 3.200 profissionais de acupuntura treinados e capacitados. Todos eles foram registrados pelo Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura.

Fatos curiosos:

A técnica conta com uma história muito antiga. Existem relatos que datam o seu surgimento a cerca de 5.000 anos.

Um dos primeiros históricos oficiais que temos sobre a técnica é relatada no livro Nei Jing. Mesmo não sabendo exatamente a sua data de publicação, o livro teria sido escrito por volta de 200 a.C.

Como técnica e tratamento, a acupuntura já seria utilizada a mais de 2500 anos. Na época ainda não era utilizado as agulhas de aço inoxidável, mas equipamentos feitos de pedras, bambu e ossos.

A espessura da agulha utilizada pela acupuntura hoje é muito fina. Em média, seu diâmetro é cerca de 10 vezes menor ao diâmetro de uma agulha convencional de farmácia. Ela chega a ter uma espessura equivalente a aproximadamente 2 fios do nosso cabelo.

A modalidade é reconhecida como um tratamento que auxilia nos tratamentos já conhecidos. A acupuntura pode ajudar a reduzir o número de medicamentos e controlar o risco de doenças e dores crônicas, o que ajuda a reduzir os efeitos colaterais.

O reconhecimento mundial da acupuntura foi conquistado em 1792, ano em que o presidente Richard Nixon visitou a China. Na visita, um dos repórteres que acompanhavam a comitiva foi diagnosticado com apendicite. No ocorrido, ele foi anestesiado e operado por acupunturistas. Todo o processo foi filmado e o seu relato foi positivo dos efeitos do tratamento e a melhora das dores pós operatórias chocaram todo os Estados Unidos.

 

Mensagem para os que querem ingressar na acupuntura:

O ensino desta modalidade não está incluída na grade curricuar do curso de medicina, por isso o proficional deve ser altamente treinado para saber identificar os mais diferentes quadros clínicos de doenças, já que irá lidar com pacientes que apresentam diferentes queixas um do outro. A acupuntura deve ser tratada sempre como terapia complementar e não como tratamento completo. O acupunturista ainda deve indicar os bons hábitos para que o paciente se recupere e atinja o sucesso em seu tratamento.

 

Agendar
Posso ajudar?
Olá, para agendar sua sessão de acupuntura ou outras terapias manuais, clique no botão do Whatsapp abaixo.